Oct 30, 2011

Projeção mapeada: o real e o virtual nas edificações das grandes cidades

Revista Eco-pós / UFRJ / vol. 14, nº1, 2011

Resumo:  Têm sido frequentes, nos grandes centros urbanos, os espetáculos de projeção mapeada, em que imagens de prédios antigos, animadas em computação gráfica, são projetadas e sobrepostas sobre a edificação verdadeira, criando uma série de efeitos espetaculares que dialogam com a própria construção de maneira meta-imagética e auto-referente.
Pretende-se fazer uma comparação entre três tipos de imagens indissociáveis dos grandes centros urbanos: a street-art, o cinema e a projeção mapeada. Todos têm semelhanças e características distintas que ajudam a entender a cultura visual das grandes metrópoles.
Para Renato Cordeiro Gomes e Martine Joly, a metrópole é polifônica, alimentada de imagens-agentes cheias de intertextualidade, que não comportam apenas uma narrativa ou uma possibilidade de memória. É nessa configuração que a projeção mapeada aparece como espaço de análise que reúne a perenidade da imagem e a virtualidade da memória.



Abstract: The display of mapping projection has been frequent in the large urban centres. It consists of images of old buildings, animated by graphic computing, that are projected and overlapped on the building itself, creating a set of spectacular effects which dialogue with the construction itself in a meta-pictorial and self-referent way.
The aim of this paper is to compare three types of images which can not be dissociated from the large urban centres: the street-art, the cinema and the mapping projection. They all bear similarities and distinct features that help one understand the visual culture of the large metropolises.
Renato Cordeiro Gomes and Martine Joly reinforce the idea of a metropolis being polyphonic, fed by image-agents full of intertextuality, which does not hold only one narrative or one possible memory. It is in this configuration that mapping projection emerges as a space for analysis that brings together the perpetuity of image and the virtuality of memory.


http://www.pos.eco.ufrj.br/ojs-2.2.2/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=401&path%5B%5D=429.

CommentsTags projeção mapeada street-art destruição memória imagem ativa mapping-projection destruction memory active image